fechar
img

Programa

A época carnavalesca, na Madeira, vive-se em ambiente festivo constante. Quer nas iniciativas de carácter oficial, como nas de carácter mais espontâneo, enraizadas na tradição madeirense, a alegria e a boa disposição imperam nas ruas, nos estabelecimentos de diversão e nas casas particulares. Por isso, o Carnaval da Madeira oferece-lhe uma diversidade de atividades à sua escolha, com a opção de as integrar como simples espetador, ou como participante ativo.

FESTA DOS COMPADRES
As celebrações do Carnaval iniciam-se com a "Festa dos Compadres", que acontece em Santana. Festividade de carácter tradicional, insere-se nos rituais de passagem do Inverno para a Primavera e de regeneração da comunidade local. A ação desenvolve-se num claro antagonismo entre os residentes locais do sexo masculino e os do sexo feminino, patente na confeção de bonecos e bonecas com um carácter satírico. A festa tem como objetivo o julgamento do "compadre" e o julgamento da "comadre", durante o qual são feitas críticas sociais aos acontecimentos e atuações dos indivíduos e instituições da comunidade durante o ano. No final, tanto o "compadre" como a "comadre" são queimados como punição. Desta forma, a comunidade regenera-se e alivia as tensões sociais, preparando-a para um novo ciclo, que se inicia com a Primavera.

ANIMAÇÃO DE RUA
A partir da quarta feira que antecede o dia de Carnaval, a baixa citadina do Funchal, especialmente a placa central da Avenida Arriaga deixa-se contagiar pela magia do carnaval, e torna-se o centro de inúmeras iniciativas de animação de rua que incluem música carnavalesca, espetáculos, arruadas e atuações diversas, contribuindo para o despertar do espírito de folia de turistas e residentes.

"ASSALTOS" DE CARNAVAL
Manifestação tradicional do Carnaval da Madeira são os denominados "assaltos", que decorrem durante o tempo que antecede o Carnaval. Estes eram realizados por grupos que, mascarados, "assaltavam" a casa de amigos e conhecidos, com o intuito de lhes comer as iguarias da época: os tradicionais "sonhos" e "malassadas". Estas incursões terminavam sempre em festa nas casas particulares. Esta forma de convívio ainda se faz, embora em pequeno número, tendo sido substituída pelos "Assaltos" combinados. Estes são marcados antecipadamente e, agora, são os assaltantes que levam as iguarias para os convívios.

FESTAS TEMÁTICAS
As unidades de diversão noturna oferecem, também durante o tempo que antecede o Carnaval, diversas noites temáticas, como a "Noite dos Hippies" e a "Noite dos Travestis", convidando os seus utentes a se divertirem disfarçados com uma máscara desse tema.

CARNAVAL DAS CRIANÇAS
Durante este período, pais e crianças empenham-se em confecionar as máscaras que estas levam, depois, para a escola. Na manhã de sexta feira que antecede o dia de Carnaval, cerca de um milhar de pequenos foliões provenientes de diversas escolas e creches do Funchal, desfilam, disfarçados, pelo centro da cidade (Avenida Arriaga), num ambiente de animação carnavalesca.

CARNAVAL SOLIDÁRIO
Na tarde da sexta feira anterior ao Carnaval, a baixa da cidade é novamente brindada com mais uma iniciativa de animação que prima pela originalidade e criatividade. Com uma energia contagiante, centenas de foliões da Associação de Desenvolvimento Comunitário do Funchal desfilam pela Avenida Arriaga até ao Jardim Municipal, onde se realiza um espetáculo.

CORTEJO ALEGÓRICO
A música abre o cortejo: a alegria colorida e o ritmo das trupes fantasiadas têm o dom de contagiar. As ruas da cidade descontraída enchem-se de uma folia interminável que nunca irá esquecer.No sábado à noite o colorido e animado cortejo alegórico leva milhares de turistas e residentes ao centro do Funchal para a ele assistirem. Este é a principal atração das Festas de Carnaval da Madeira. Nele participam mais de um milhar de foliões com vistosos trajes, e uma dezena de carros alegóricos primorosamente enfeitados. Desfilam com entusiasmo ao som de músicas selecionadas, com coreografias treinadas ao longo do ano, fazendo transbordar a sua alegria para o público.

CORTEJO TRAPALHÃO
O Cortejo Trapalhão, realizado na terça-feira de Carnaval, representa o cortejo que se fazia anteriormente, de forma espontânea, na Rua da Carreira. A participação é aberta a todos, nacionais e estrangeiros, podendo fazer-se individualmente ou em grupo. A criatividade dos participantes não tem limites, e abarca desde a sátira social e política, aos quadros tradicionais, até ao simples disfarce de caracterização. Quer assista ou participe neste cortejo, poderá partilhar, indubitavelmente, momentos de bom humor e de interação com o público.

fundo1 fundo2 fundo3 fundo4 fundo5 fundo6